domingo, 7 de dezembro de 2008


Mais um final de ano se aproximando...

Mais uma vez ela entra no café. E pede uma coca cola. E liga o computador. Finalmente o calor resolvera dar uma trégua, mas o céu continuava cinza e nublado. Em dezembro os cafés sempre ficavam lotados, como nas cidades inglesas frias que ela sempre sonhara conhecer. Era estranho ter que fazer as coisas caberem em dias tão pequenos. E inadmiscível tentar entender isso.
Mas dezembro sempre a deixava ainda mais pensativa. As pessoas na rua também pareciam, então talvez a incerteza do janeiro fosse mesmo assustador. As pessoas fazem vestibular e encerram seus períodos na faculdade, viajam e esperam o papai noel, e depois, tudo o que fizeram durante o ano cabe em um simples diário. Ela no entanto queria que sua vida fosse mais que arquivos. Todas as pessoas que conheceu, todos os livros que leu, e as músicas que escutou nos onibus,
todos os por-do-sol vistos da barca na volta da faculdade, todas as coversas e as fotografias, as viagens, e tardes. Toda a exigencia pesada consigo mesmo. Tudo o que ainda pretendia ser. As pessoas ficam tentanto encontrar um sentido, quando na verdade deveriam sem preocupar em contruir um. Vendo o mundo e seu lado obscuro ela sente que pode fazer algo.

"I took a walk around the world to ease my troubled mind
I left my body lying somewhere in the sands of time
I watched the world float to the dark side of the moon
I feel there´s nothing I can do
Yeah..." ~Kriptonite.

4 comentários:

Mensageiro disse...

Depressão pré fim de ano?
Acho que isso passa a acontecer depois que viramos adultos...


Não me pergunte o motivo....

Andarilho disse...

O motivo é que começamos a nos desviar do nosso verdadeiro sentido e entramos na eterna busca por um. Como um cachorro perseguindo uma lebre numa corrida, sempre atrás, nunca chega.

Construir o sentido, é isso aí. O universo responde a tudo que nossa imaginação emite, então um sentido inventado é o sentido que precisamos.

Bonito texto.

Thaly disse...

Legal, Josy!
Bom saber que escreve.
Agora sou oficialmente leitora sua!


É tão engraçado essa coisa de querer que tudo tenha um sentido... Até isso não faz sentido algum!

;D

Thaly disse...

Você acabou de receber um prêmio, passe no blog para vê-lo !

http://pensoporqueexisto.blogspot.com

;D